Café com a Oficina: Eu escolho a pessoa que quero ser

11289457_1132662670094044_1496406987573104255_o.jpg

Samanta e seu marido descobriram que a empregada da casa há 3 anos os roubava sistematicamente. Eles jamais pensaram que isso poderia acontecer, mas aconteceu. A moça foi despedida e o casal começou a selecionar outra. Dessa vez planejaram para receber a nova funcionária: lugar escondido para guardar dinheiro, mesmo que trocados; controle de todo alimento comprado e usado; verificação sistemática das louças, faqueiros e outras coisas. Um dia, conversando sobre isso, facilmente eles perceberam que aquela pessoa os transformara para a cautela demasiada e a desconfiança prévia de qualquer indivíduo que fosse seu prestador de serviços. Permitiram que ela os tornasse pessoas piores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s