Polinizando ideias com: HAIKAI

HAIKAI

O Haikai é um poema breve, de origem japonesa, (Haiku no original japonês) escrito em linguagem simples, sem rima, estruturado em três versos que somam dezessete sílabas poéticas; cinco sílabas no primeiro verso, sete no segundo e cinco no terceiro. Um dos maiores poetas japoneses é Bashô (1644-1694). Foi ele quem codificou e estabeleceu as bases do tradicional haikai japonês. O que o haikai busca é exprimir a experiência direta do poeta com o mundo ao seu redor, em alguns poucos elementos simples.

Um dos discípulos de Bashô escreveu um forte haikai:

Uma libélula rubra.
Tiro-lhe as asas:
Uma pimenta.

Bashô, com uma simples modificação dos termos, o tornou exemplo de criação:

Uma pimenta.
Coloco-lhe asas:
Uma libélula rubra.

Com a chegada de grande número de japoneses no Brasil, iniciada com o navio Kasato Maru, que aportou em Santos-SP em 1908, o estilo conquistou poetas brasileiros, que o deixaram menos rígido em sua métrica.

Millôr Fernandes foi um grande adepto do formato haikai:

Esnobar
É exigir café fervendo
E deixar esfriar.

Paulo Leminiski é outro grande escritor brasileiro a se apaixonar pelo Haikai:

Se pra dar certo tem que seguir a risca,
Por que você não segue
E arrisca.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s