Polinizando ideias: Malala e a educação 

malala

O terrorismo traz consequências também (e principalmente) para quem mora “ali ao lado” e vê sua cidade destruída, seus amigos mortos.

Para as mulheres, o sofrimento é maior, pois as imposições e restrições são também maiores. Assim, as meninas paquistanesas foram proibidas de estudar pelo grupo terrorista Taliban. Suas escolas foram destruídas e suas vidas completamente dilaceradas.

Em meio a este caos a voz de uma adolescente se fez ouvir, em defesa do direito dela e de todas as meninas do mundo de poderem estudar. Esse brado quase lhe rendeu a morte e foi premiado com o Nobel da Paz em 2014.

Este novo documentário mostra Malala já com 18 anos, conta esta trajetória de horror e coragem, conquista atenção e provoca para a ação em prol da educação.

Ela é exemplar porque suas palavras são retrato fiel de suas acões. Por exemplo, ela e sua família foram obrigados a morar na Inglaterra devido à perseguição dos terroristas e lá, em uma prova semelhante ao Enem, Malala tirou nota A em todas as 10 matérias!

Fazer com paixão verdadeira o que se acredita faz a vida valer cada segundo.

Filme: He Named Me Malala
Diretor: Davis Guggenheim
Ano: 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s