Polinizando ideias: Charles Schulz e o amigo Snoopy

12496072_1276678349025808_6577262093261327088_o

A tira de história em quadrinhos publicada pela primeira vez em 1950, que retrata uma turma de crianças das vizinhanças e o cão Snoopy sempre atento, imaginativo e companheiro de Charlie Brown despertaram simpatia imediata na maioria das pessoas, porque muitos se reconhecem nas características de algum dos personagens, ou veem ali retratada sua também amizade com um amigo animal, sempre presente em qualquer dificuldade. No Brasil as tiras são publicadas com o título Minduim (apelido de Charlie Brown por comer muita manteiga de amendoim).

Charles M. Schulz (1922-2000), seu criador, sempre admitiu que a turma do Charlie Brown é altamente baseada na sua própria vida. E foi essa dura realidade de sua infância, quando era um menininho inseguro e azarado que fez Schulz criar, à sua imagem e semelhança, o garoto Charlie Brown e seu companheiro, o esperto cão da raça beagle de nome Snoopy. O pai de Charlie Brown é barbeiro e sua mãe dona de casa, assim como eram os pais de Schulz (seu pai era alemão e barbeiro). O nome do Snoopy é a junção do nome de dois cães que Charlie Schulz teve na infância, o Spike e o “Snook. O simpático beagle que dorme sobre sua casinha e tem como amigo um passarinho amarelo que se chama Woodstock , foi eleito em 2010 em uma votação coordenada pelo American Kennel Club, como o cão mais famoso do mundo.

Alguns outros personagens foram parte integrante da vida de Schulz, como a personagem Lucy Van Pelt, que sempre tira a bola de futebol americano na hora que o Charlie Brown vai chutar e tem uma banquinha de Conselhos Psicológicos a troca de moedas. Schulze retratou nesta personagem sua ex-mulher, que o mandou consultar um psicólogo.

O biógrafo David Michaels, escreveu o livro Shulz & Peanuts – A Biografia do Criador do Snoopy, publicado no Brasil pela Editora Seoman, no qual retrata o homem por trás das tirinhas que encantam o mundo. E, com a morte de Schulz, no ano 2000, seu filho Craig e seu neto Bryan Schulz, fizeram o roteiro de Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, O Filme.

O filme tem duas histórias simultâneas, uma onde o protagonista é Charlie Brown, encantado com uma nova aluna ruiva em sua escola e outra, uma saga onde Snoopy é o protagonista, pilotando sua casinha vermelha, em uma batalha que une amor e aventura.

Schulz conseguiu a mágica de – mesmo com o cuidado contínuo de incentivar fortemente valores morais, ou talvez por isso mesmo, quase como uma fábula moderna – transformar as agruras diárias de sua vida em personagens e histórias que foram como um cão real na vida de cada um de seus fãs, isto é companheiros em todos os momentos.

Vale levar crianças para ver o filme, não porque é um programa apenas para elas, mas porque nós adultos temos muito o que chacoalhar os neurônios com as profundas e fantásticas reflexões infantis.

Filme: Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, O Filme
Direção: Steve Martino
Ano: 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s