Polinizando ideias: Niketche, uma história de poligamia

12697160_1292675754092734_8301901291635905576_o.jpg

Este livro, da escritora moçambicana Paulina Chiziane, tem o poder de descrever, de forma atraente e sem rodeios, a cultura moçambicana principalmente no que se aplica ao modus vivendi das mulheres.

Em uma história que poderia ser baseada em fatos reais, ela desenha com todas as fortes cores moçambicanas, o cenário de penúria, dor, abandono e desprezo comuns ao cotidano feminino de algumas regiões de moçambique.

Mostra também, o quanto as mulheres da região norte do país, pertencentes ao povo Macua são completamente diferentes. São poderosas, dominam o regime de relação, que é matriarcal e sabem muito bem o que querem e como querem.

Caminhar pelo enredo desta história, tão diferente e tão igual ao cotidiano de muitos homens e mulheres de outras partes do mundo, faz pensar sobre o quanto a passividade, ou seja, a incapacidade de perceber e defender os próprios direitos, ajuda a construir mazelas e infelicidade mundo afora. Além de fazer refletir sobre a tão “moderna” questão da diversidade que afeta todas as relações, dentro e fora das organizações.

Livro: Niketche, uma história de poligamia
Autora: Paulina Chiziane
Editora: Companhia das Letras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s