Café com a Oficina: Uma ideia de ouro

tokio
 
O Japão está planejando a preparação dos Jogos Olímpicos 2020 e está cuidando de que o legado não seja apenas esportivo, mas especialmente o de influenciar para a mudança do pensamento que leve a um mundo melhor.
 
Um exemplo vem vestido de ouro, prata e bronze: Todas as 5.000 medalhas olímpicas e paralímpicas serão feitas, por incrível que possa parecer, de material reciclado. O Comitê Olímpico solicitou que celulares que seriam descartados, sejam doados para que deles sejam extraídas as pequenas quantidades de ouro, prata, platina e níquel e transformadas nos desejados símbolos do esforço e dedicação da vida de atletas e suas equipes. Para isso, será necessário recolher 8 toneladas de metal extraído dos celulares descartados advindos de um milhão de aparelhos doados.
 
Kohei Uchimura, ginasta japonês dono de três ouros em Jogos Olímpicos, declarou: “As medalhas olímpicas e paralímpicas de Tóquio 2020 serão feitas a partir do pensamento e apreço das pessoas em evitar o desperdício. Acredito que há uma mensagem importante nisso para as gerações futuras”.
 
Abranger mais VALOR além de cumprir com perfeição as metas, cuidando de transformar o presente em um futuro que seja melhor é uma possibilidade real, para a qual as belas e recicladas medalhas japonesas nos impulsionam.

Café com a Oficina: Valores para inglês ver

valores
O show de horrores pelo qual o Brasil está passando têm como protagonistas algumas das maiores empresas deste país, como financiadoras de ações nada republicanas e crescendo desmedidamente usando de forma acintosa o dinheiro do BNDES, em seguida repassado em doses cavalares a políticos de todos os naipes.

Se analisarmos as cartas de Valores destas empresas podemos ver que a Ética e seus necessários agregados como o Respeito, a Honestidade, o Cuidado com o cliente e com o meio ambiente são lugares comuns, alguns escritos com o mais alto grau de técnica para a formulação de Valores empresariais.


Palavras, por mais bonitas e fortes que sejam, não bastam. É preciso que as ações sejam retrato fiel desta sopa de letras, que vimos, foi feita por estas empresas para descer amarga nas entranhas do povo brasileiro e aumentar o profundo abismo que separa os poucos ricos dos milhões de pobres deste país.

Analise a carta de Valores de sua empresa. As relações internas mostram alinhamento a estes Valores? Ou o “manda quem pode, obedece quem tem juízo” é a verdadeira regra vigente? Você está respeitando seus Valores, ou sendo obediente a pessoas sem escrúpulos?

Nestes tempos bicudos, com milhões de desempregados, as relações internas são dominadas pelo medo e este é o primeiro e perigoso passo para o agir sem ética.

Importante sempre refletir e ajudar a manter viva a necessária estreita relação entre os atos e os Valores, afinal, o sucesso a qualquer custo não traz a maior das riquezas, que é fazer o certo, mesmo quando ninguém esteja por perto para ver. Sentir a beleza de poder olhar no espelho e se orgulhar de suas ações e poder contar sua vida para filhos, netos ou quem lhe importe sem ter que usar óleo de peroba para isso.

Imagem:
Leo Gestel
(1891 – 1941)
Rijksmuseum
Amsterdam