Café com a Oficina: Você vai querer conhecer a Local Motors

localmotors.jpg
 
As crianças de quase todo o mundo, principalmente os meninos, passaram bons momentos de sua infância brincando de montar e desmontar carrinhos. A cada dia os automóveis dependem menos da participação de seus condutores para sua operação, deixando para trás aquela brincadeira de infância de ser o próprio montador do seu carro.
 
Por outro lado, as indústrias automobilísticas não vivem o seu melhor momento, existe grande pressão nos países mais evoluídos para que automóveis fiquem longe do centros das cidades e que parem de usar combustíveis fósseis.
 
Enquanto uma indústria automobilística chega a gastar US$ 3 bilhões no processo do desenvolvimento de um novo carro até chegar ao mercado, a Local Motors gasta US$ 3 milhões. O primeiro projeto cuidou do sonho infantil de montar o próprio carro da empresa. O Rally Fighter para existir conseguiu a união por meio da internet, de um grupo de engenheiros e designers para projetar o carro, mantendo os “direitos autorais” destes colaboradores sobre ele. Quem o adquiriu pode participar da montagem do seu próprio carro, ficando 3 semanas na montadora, por isso o nome Local Motors. Eles querem ter microfábricas em muitas localidades, para permitir a realização deste sonho por muitas pessoas, em muitos países. Ainda mais interessante, o carro tem o código fonte totalmente aberto. Isso significa que é possível montar o chassi em casa e comprar as demais partes da Local Motors ou construir em fibra. A empresa disponibiliza os desenhos do chassi, do corpo e esquema da suspensão. Tudo grátis. Apenas logar e baixar.

local-motors-olli-self-driving-vehicle-designboom-01-818x546

 
Agora, para cuidar também da questão sustentabilidade, eles cocriaram, em parceria com a IBM Watson, o Olli. Um ônibus elétrico para doze passageiros, não precisa de motorista e tem várias partes recicláveis. Impresso em impressora 3D. Pode vir a ser um novo concorrente no mercado de transporte de passageiros, ameaçando inclusive o Uber, taxistas e empresas de transporte. Ele leva 11 horas para ficar pronto, 10 para impressão e 1 hora para montagem. Antes do Olli, haviam lançado o Strati, considerado o primeiro carro impresso em 3D, por ter sua carroceria produzida pela impressora. O diferencial do Olli é sua autonomia e a parceria com a IBM que traz a inteligência do Watson para o miniônibus. O passageiro poderá interagir com o Olli e dizer para onde quer ir e também perguntar como ele funciona. É a internet das coisas em ação.
 
O cofundador e CEO da Local Motors, John Roger, uniu duas questões: o sonho infantil com um modelo de negócio inovador e sustentável. Se o seu sonho ou de sua empresa não estão claros, ou estão baseados apenas no lucro, o futuro deve ser sombrio por aí.
 
https://localmotors.com/
Fotos: Divulgação Local Motors

Café com a Oficina: Os empregos e o futuro

mondo novo

Na Rússia, uma casa foi feita em apenas 24 horas, a um custo menor por m² do que o de construções tradicionais e mais: com durabilidade, qualidade e conforto muito superiores. Ela foi construída com uma impressora 3D, que usa massa de concreto ao invés de tinta ou massa plástica.
A empresa que realizou o feito tem como meta ser a maior empresa de construção para resolver problemas de acomodação em todo o mundo, de forma rápida, ecológica, eficiente e confiável.

Lá se vão, em muito breve, muitas categorias de trabalhadores e lá vem profissões ainda nem imaginadas, como operador de impressora ou projetista de edificações em 3D.

A IBM já comercializa consultas ao Watson. Um computador capaz de dar diagnósticos financeiros, jurídicos, oncológicos e muito mais, com precisão muito acima dos humanos, mesmo aqueles com vasto conhecimento técnico.

As profissões mudam e fazem o mundo mudar. É preciso repensar muita coisa, não apenas em termos técnicos, mas também comportamentais para dar conta desse novo mundo que alguém cria ou fazer parte da criação de um novo mundo que valha a pena para todas as criaturas que nele habitam.

Para saber mais de casas impressas: http://apis-cor.com/en/

Para saber mais do Watson: https://www.ibm.com/watson/br-pt/

Imagem:
Detalhe de “Mondo Novo”
Giandomenico Tiepolo
1791
Fondazione Musei Civici di Venezia